Não seja demitido pelo seu cliente.


Existe uma frase, que volta e meia vemos divulgada, que diz que o cliente pode demitir todos de uma empresa, desde o mais alto executivo até o funcionário mais humilde, simplesmente levando seu dinheiro para ser gasto em outro lugar. Essa frase é de autoria de Sam Walton, fundador de grandes empresas, como Wal-Mart e Sam´s Club.

Sua simplicidade e objetividade são práticas que devem ser aplicadas em qualquer tipo de negócio, pois, representam a mais pura verdade. O cliente tem o direito e o poder de fazer exatamente isso: demitir a todos, independentemente da posição dos profissionais da empresa, em qualquer tipo de negócio e em empresas de qualquer porte. Ele é o dono do seu dinheiro, e gastará onde se sentir melhor atendido, onde encontrar aquilo que procura, sejam produtos, serviços, atendimento, conveniência, exclusividade, etc.

Mas como fazer com que o cliente gaste seu dinheiro na minha empresa, desejando as minhas ofertas. Essa é a equação mais complexa e ao mesmo tempo a mais simples: ofereça aquilo que seu cliente procura. Mas como? Isso você terá que descobrir. Você terá que conhecer muito bem seu cliente, o mercado que está inserido, seus desejos, suas necessidades, o que precisa e também aquilo que ele ainda nem precisa, mas que você já estará pronto para oferecer quando ele precisar. Sim, para atender o cliente é preciso ser mágico, vidente, mas acima de tudo, competente.

Saindo um pouco do mundo corporativo, podemos dar um exemplo bem claro sobre o poder dos clientes: as recentes eleições para prefeitos e vereadores. Pode não parecer, mas nesse caso temos também uma relação cliente e prestadores de serviços. As urnas representam o poder dos eleitores. E o que aconteceu nessas últimas eleições? MUITOS políticos tradicionais e conhecidos do mercado, foram “DEMITIDOS” pelos seus “clientes”, através do voto. O eleitor demitiu quem prometeu e não cumpriu. Quem disse uma coisa e na prática, fez outra. Quem na ótica do eleitor não tinha preparo ou conhecimento para ser gestor das cidades de forma eficiente pelos próximos quatro anos. Ou seja, o eleitor “GASTOU” o seu voto com aqueles candidatos que compreenderam o que realmente ele o eleitor e as cidades realmente precisavam.

Da mesma forma acontece nas empresas. Portanto, esteja sempre preparado para entender seu cliente, antecipar seus desejos e necessidades. Comunique-se de forma adequada com ele. Cumpra aquilo que você prometeu entregar. Faça da sua empresa a melhor solução para aquilo que seu cliente procura. Pense como o cliente e atenda seus desejos e necessidades. Somente dessa forma você nunca será demitido pelo seu cliente.

Equipe Flower Power